Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009
E chega 2009...

KoalaSnoopy.jpg 


No seu início, os inevitáveis balanços mas, mais do que isso, a recordação de momentos marcantes do ano que (felizmente) passou e daqueles que, talvez, mais me ensinaram enquanto pessoa, ser humano e acerca da nossa estranha natureza, perante nós mesmos e os outros, sejam eles racionais ou ditos "irracionais".

 

Quando o conheci, em Julho de 2008, o Koala não andava, não comia e mal respirava... Tinha um hálito pavoroso e um aspecto quase cadavérico. Pesava menos de três quilos. Tinha sido deixado para trás, como qualquer outra "coisa" ou saco de compras esquecido, no parque de estacionamento de um dos mais conhecidos centros comerciais da capital, onde esteve à mercê de automóveis, pessoas e tantos outros perigos não sabemos bem durante quanto tempo.

Foi recolhido por o pensarem cachorro. Pequenino e mais dócil do que um bebé, foi novamente abandonado quando revelado o seu verdadeiro estado (sénior, com uma idade de entre 12 a 14 anos, no mínimo e com múltiplos problemas de saúde). Contactada para tentar encontrar-lhe uma família, ofereci-me como FAT (família de acolhimento temporário).


Depois de uma destartarização e de uma castração, descobriu-se, entre outros problemas, uma anemia não regenerativa e que padecia de Addison (falta de cortisol no organismo). O prognóstico, mais do que reservado, era mau... Chegou-me a ser sugerida, por mais do que uma vez, a eutanásia. Perguntei a quem de direito se ele estava em sofrimento. Após alguns exames, foi-me dito que não e que a apatia que demonstrava podia dever-se às deficiências que o afectavam... Assim sendo, a hipótese sugerida nem sequer foi tida em mais consideração. Além disso, o pequenote mostrou-se um valente lutador, mais do que merecedor de uma segunda oportunidade.


Hoje, seis meses depois, em Janeiro de 2009, o Koala continua a ter as suas dificuldades. É surdo (como tal, fã incontestável das bandas de heavy metal) e sofre de cataratas bilaterais (a vista esquerda está irremediavelmente perdida)... Contudo, experimentem abrir uma cuvette de paté ou dar-lhe a cheirar uma rodela de chouriço... mas tirem os dedos do caminho. Quem avisa ;)...


Quem o vê, pensa que tenho um cachorrinho ao colo, não um sénior já com uma provecta idade canídea. Quem o observa sempre parado, pensa que ele já não tem nada a oferecer a esta vida, mas engana-se. Quem lhe pega ou se chega mais perto para lhe fazer uma festa, admira-se com o seu aspecto rechonchudo e os seus já quase sete quilos de peso. Claro, escusado será dizer que não demorou muito a que passasse de FAT a FAP (família de acolhimento permanente). Como resistir a quem me ensinou mais do que muitos mestres? A quem nunca desistiu quando quase todos desistiram dele?


O Koala ensinou-me que a vida é feita de oportunidades, coragem e perseverança. Só temos de as agarrar e seguir em frente... e se de caminho aparecerem mãos (ou patas) amigas que nos dêem uma forcinha, bem-vindas sejam e que nos acompanhem então rumo ao nosso destino.


Com isto, e rodeada pela minha grande "famelga" de quatro patinhas, deixo-vos o meu desejo de que 2009 seja pleno de luz, harmonia, felicidade e, acima de tudo, entendimento e compreensão entre todos nós e quem nos rodeia, um dia após o outro, nunca esquecendo que cada novo dia é uma bênção, novinha em folha e que nos permite ter a possibilidade de recomeçar e lutar pelo que mais queremos e desejamos.


Um abraço apertado e beijinhos, com umas turras valentes aqui do meu velhotinho à mistura.


Rosália, 01/01/2009


 



publicado por scorpiowoman às 02:15
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds