Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007
Daria o Mundo

mundo.jpg


Daria o Mundo por um momento contigo, pelo prazer de te abraçar novamente, tocar-te e sentir-te em mim, envolta no calor do teu corpo sob a miríade do teu olhar infinitamente azul.


 


Daria o Mundo por um momento sem ti, pela calma de uma decisão tomada, a quietude de uma nova vida a definir-se, o aconchego de uma serenidade e de um equilíbrio há muito desejados.


 


Daria o Mundo para saber o que fazer, porque não sei.


 


Rosália, 28/02/2007


 



publicado por scorpiowoman às 22:31
link do post | comentar | favorito
|

Memória de ti
 

memoria.jpg


Manhã primaveril, ainda um pouco cedo para um fim-de-semana que se adivinha um pouco agitado. Sob um límpido céu azul, desfrutando o calor de um sol radioso, sinto na pele as carícias irrequietas da brisa que teima em brincar ao sabor de correntes leves e indefinidas.


É num instante assim que os meus olhos encontram os teus e descubro um novo mundo de afectos e sensações que nunca havia vivido. Dás-me a conhecer toda uma nova perspectiva, entre o caos e a harmonia. Fazes-me crescer e querer ser melhor.


Sinto a empatia mútua, o interesse comum, o encanto que nos transmitimos, a vontade e o desejo enorme de estarmos juntos uma outra vez além da última.


Aprecio cada segundo que me é permitido passar junto a ti, tentando reter cada instante na minha memória, gravando o calor de um novo sentimento, maior e mais forte, indefinido mas seguro, que cresce e se fortalece dentro de mim.


 


Manhã de Inverno, perdida entre o cinzento que teima em perdurar e escurecer o céu que procura, em vão, alguma luminosidade. Sob as nuvens pesadas de chumbo da chuva que não cai ainda, perco-me no infinito de não saber como ou para onde dirigir agora os meus passos.


É num momento assim que busco refúgio no meu abrigo de eleição, junto ao mar revolto e ao ruído quase ensurdecedor das ondas que se erguem, revoltas, antes de embaterem violentamente, à imagem de toda a mágoa e angústia que sinto dentro de mim, contra as sólidas e ainda assim impotentes rochas que firmam as escarpas da falésia há tanto tempo familiar aos meus sentidos.


Relembro cada segundo que me foi permitido passar junto a ti, tentando esquecer cada instante guardado na minha memória, apagar o calor de um sentimento que morre lentamente, definido mas inseguro, que diminui e enfraquece dentro de mim.


 


Sei que seria o melhor para mim, mas não consigo esquecer e muito menos apagar da minha memória e do meu corpo os momentos vividos a teu lado. Tenho saudades tuas. Muitas. Imensas.


 


Sei que o melhor é esquecer-te e prosseguir.


 


Continuo.


 


Não te esqueço.


 


Rosália, 28/02/2007


 



publicado por scorpiowoman às 22:23
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007
Uma cor

blue.jpg


Assim é a cor onde mergulho o meu ser, de pensamentos e alma feito, deixando-me contagiar pela calma transparente dos dias que passam.


 


Zunido suave que me embala pelo dia fora, levando-me para longe da balbúrdia do quotidiano incerto.


 


Um barco ao sabor das ondas, assim se transforma o meu corpo, vagueando nesta rota incerta e desconhecida que é a vida.


 


Lamento doce este que me acolhe e carrega, ao som do qual renasço e onde encontro forças para todos os fantasmas exorcizar. Vivo!


 


Rosália, 27/02/2007


 



publicado por scorpiowoman às 21:10
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007
Ao som das ondas...

praiamacas.jpg


Deixo que os meus pensamentos corram, soltos e fluidos, ao sabor das ondas que se quebram contra as rochas.


Liberto-me.


Solto-me.


Ergo-me.


Rosália, 26/02/2007



publicado por scorpiowoman às 22:34
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 25 de Fevereiro de 2007
A fuga... ou a cobardia no seu esplendor

cobardia.jpg


Foge.


Esconde-te por entre as palavras que não ousas proferir na minha cara, redigindo-as no abrigo onde te acolhes.


Foge.


Leva contigo o medo das decisões por tomar, a inquietude de uma vida que o não é, o tempo que não pára.


Foge.


Refugia-te na cobardia que nunca esperei de ti.


Foge.


A desilusão é assim completa.


Rosália, 25/02/2007



publicado por scorpiowoman às 23:31
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 24 de Fevereiro de 2007
Verdade cruel

mentira.jpg


MENTIRA!


Só pode ser MENTIRA!


Não acredito em ti! MENTIRA!


Tiraste-me tudo, esvaziaste-me de mim. MENTISTE!


MENTIRA!


O que mais dói foi ter acreditado em ti, foi ter acreditado em NÓS!.


Um nós que mais não era do que MENTIRA!


Odeio-te.


Odeio-me por te amar.


Odeio-me por amar a verdade que me fizeste crer ser real.


MENTIRA.


Quem dera fosses tu também uma mentira na minha vida.


Seria tão mais fácil esquecer-te e não sentir esta dor que teima em perdurar.


MENTIRA.


 



publicado por scorpiowoman às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007
Paradoxo

brokenheart.jpg


A insustentável contradição de um sentimento é a angústia que mora em mim, entre desejar ter-te aqui e ansiar por me libertar deste amor que me tomou refém e deixou prisioneira do que, aparentemente, nunca existiu.


 


O paradoxo de te amar e odiar ao mesmo tempo domina o meu pensamento, o meu viver. Procuro abstrair-me, fugir, deixar para trás a lembrança de ti, mas tudo me faz recordar-te com uma vivacidade invulgar, uma memória presente e sentida, que dói na saudade que tenho de te olhar, de te escutar, de te sentir.


 


Amo-te. Quero-te. Desejo-te.


 


Odeio-te. Liberta-me.



 


Rosália, 22/02/2007


 



publicado por scorpiowoman às 21:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2007
Silêncio nocturno

chuva_a_noite.jpg


Gosto de estar assim, perdida em mim mesma na envolvência do silêncio nocturno apenas quebrado pelo canto da chuva.


Calma. Quietude. Tranquilidade. Serenidade.


Momentos preciosos estes em que retempero as forças despendidas ao longo do dia, em que me encontro novamente e defino uma vez mais o meu rumo, corrijindo rotas e eliminando atalhos ou percursos mal calculados.


Enrosco-me um pouco mais na cadeira. Sinto o calor de um ronronar meiguinho no colo e deixo-me embalar pela melodia que o vento traz.


Agraciando o conforto de que disponho, recosto-me um pouco mais e deixo-me levar.


Em breve estarei nos braços de Morfeu.


Gosto de estar assim, perdida em mim mesma na envolvência do silêncio nocturno apenas quebrado pelo canto da chuva.


E tu?


Gostarás?


 


Rosália, 21/02/2006


 



publicado por scorpiowoman às 23:37
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2007
Apenas meias palavras...

1-broken_heart.jpg


Para bom entendedor, será sem dúvida...


Fácil de Entender


(The Gift)


Talvez por não saber falar de cor, Imaginei
Talvez por saber o que não será melhor, Aproximei
Meu corpo é o teu corpo o desejo entregue a nós
Sei lá eu o que queres dizer, Despedir-me de ti
Adeus um dia voltarei a ser feliz

Eu já não sei se sei o que é sentir o teu amor,
não sei, o que é sentir, se por falar falei
Pensei que se falasse era fácil de entender

Talvez por não saber falar de cor, Imaginei
Triste é o virar de costas, o último adeus
Sabe Deus o que quero dizer

Obrigado por saberes cuidar de mim,
Tratar de mim, olhar para mim, escutar quem sou,
e se ao menos tudo fosse igual a ti

Eu já não sei se sei o que é sentir o teu amor,
não sei o que é sentir, se por falar falei
Pensei que se falasse era fácil de entender

É o amor, que chega ao fim, um final assim,
assim é mais fácil de entender

Eu já não sei se sei o que é sentir o teu amor,
não sei o que é sentir, se por falar falei
Pensei que se falasse era fácil de entender



publicado por scorpiowoman às 22:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Domingo, 18 de Fevereiro de 2007
Escolhas

pedrasnegras.gif


"Take me. Pick me. Choose me."


Meredith Grey (Grey's Anatomy)


Estas poderiam também ser as minhas palavras.


Possui-me.


Toma-me.


Escolhe-me.


Arrisca.


Descobre-me.


Encontra-me.


Rosália, 18/02/2007


 



publicado por scorpiowoman às 19:25
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds