Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Terça-feira, 29 de Maio de 2007
Agridoce

momento.jpg


Assim é a incerteza que povoa os meus dias, entre a dor surda de uma saudade e a doçura de um momento inesperado.


Assim é a canção que me embala no lento decorrer do dia sem ti mas contigo.


Rosália, 29/05/2007


Stop Complaining


(Skye)

I don't know why
But I cant seem to find the right melody today
I can't make the words fit how I feel
I don't know when
Was the last time that I slept the whole night through
And when morning comes around I feel tired

I woke up from the strangest dream
With a dancing dog and a beauty queen
They said nothing, nada, niente
I'm empty

But you're here and I'm here
So I stop complaining it could be raining
And I see the answer in your eyes
Your here and I'm here
I keep on singing just keep on singing
Singing

Do you know why
I cant seem to find the right melody today?
Can't make the words fit how I feel
Do you know when
Was the last time that I slept the whole night through?
Another morning comes around, I feel tired

I drive down to the rodeo
Gonna ride a bull in a video
But nothing, nada, niente.
I'm still empty

But you're here and I'm here
So I stop complaining it could be raining
And I see the answer in your eyes
Your here and I'm here
I keep on singing just keep on singing
Singing singing singing


 



publicado por scorpiowoman às 00:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 22 de Maio de 2007
Num leve bater de asas...

fugirouficar.jpg


Também eu espero pelo dia em que as minhas asas se libertem do casulo em que me encerro no medo de sofrer ainda mais.


Por entre a chuva que cai dentro de mim, olho o horizonte reflectido no espelho à minha frente.


Vejo tudo o que me rodeia.


Nâo me vejo a mim.


Terá cessado, enfim, a minha existência?


Rosália, 22/05/2007


 



publicado por scorpiowoman às 23:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Como um virar de página sempre adiado...

livro.jpg


Assim vou cantando baixinho as palavras da letra desta música até que, finalmente, o sentido ficcional da sua melodia seja, de facto, real.


Aí, então, saberei que chegou a hora de te dizer adeus.


Até lá, vou olhando o horizonte uma vez mais.


Apenas uma vez mais.


Rosália, 22/05/2007


 


See You When You're 40


(Dido)


I've driven round in circles for three hours
It was bound to happen that I'd end up at your
I temporarily forgot there's better days to come
I thought that I would give it just one more chance

Cos' I want, tonight, what I've been waiting for
But I found, tonight, what I'd been warned about

You think that you are complicated, deep mystery to all
Well it's taken me a while to see, you're not so special
All energy no meaning, with a lot of words
So paper thin that one real feeling, could knock you down

And I've seen, tonight, what I'd been warned about
I'm gonna leave, tonight, before I change my mind

So see me when your 40, lost and all alone
being comforted by strangers you'll never need to know
not sad because you lost me
but sad because you thought it was cool to be sad

You think misery will make you stand apart from the crowd
well if you had walked past me today I wouldn't have picked you out
I wouldn't have picked you out

now I've seen, tonight, how I could waste my time
and I'll be on my way, and I won't be back
cos I've seen, tonight, what I've been warned about
your just a boy, not a man, and I'm not coming back



publicado por scorpiowoman às 00:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 20 de Maio de 2007
Fugaz momento de amargura

alone.jpg


Nem sempre o sol brilha.


Às vezes, interrogo-me se a saudade que tanto me magoa faz de todo sentido.


Por escassos momentos, a possibilidade de simplesmente não existir aflora o meu pensamento.


Às vezes, a amargura é tão forte que só a vontade de viver me vence no tormento da solidão sem ti.


Rosália, 20/05/2007


 


Missing


(Evanescence)


Whispered:
Can you stop, please?
Can you stop the fire?
You cant stop the fire,
you wont say the words.
Please, Please


Please, please forgive me,
But I won't be home again.
Maybe someday you'll look up,
And, barely conscious, you'll say to no one:
"Isn't something missing?"

You won't cry for my absence, I know -
You forgot me long ago.
Am I that unimportant...?
Am I so insignificant...?
Isn't someone missing me?

Even though I'm the sacrifice,
You won't try for me, not now.
Though I'd die to know you love me,
I'm all alone.
Isn't someone missing me?

Please, please forgive me,
But I won't be home again.
I know what you do to yourself,
I breathe deep and cry out,
"Isn't someone missing me?"

Even though I'm the sacrifice,
You won't try for me, not now.
Though I'd die to know you love me,
I'm all alone.
Isn't someone missing me?

And if I bleed, I'll bleed,
Knowing you don't care.
And if I sleep just to dream of you
I'll wake without you there,
Isn't something missing?
Isn't something.......

Even though I'm the sacrifice,
You won't try for me, not now.
Though I'd die to know you love me,
I'm all alone.
Isn't someone missing me?



publicado por scorpiowoman às 23:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Insónia

Unidos.jpg


É no silêncio da noite que o teu corpo me falta.


É nas horas vazias de som que a ausência da tua voz me emudece.


É na escuridão que me rodeia que busco a tua mão imaginária e a coloco ao redor de mim, sentindo-te aqui.


É na insónia constante dos dias que teimam em passar que me aconchego na memória de ti e busco o cansaço repousante de um sono que não chega.


Rosália, 20/05/2007


 



publicado por scorpiowoman às 00:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 19 de Maio de 2007
Tempo

tempo.jpg


A sua passagem é veloz e implacavelmente sentida por todos nós, seja fisica, mental ou até mesmo espiritualmente.


Resta-nos, pois,  conjecturar sobre a inevitável questão: Queremos marcar a nossa passagem pela vida ou antes ser apenas mais uma marca invisível no curso da mesma?


Um ano depois ainda me faço esta pergunta não raras vezes.


Ainda assim, sei que tenho de viver um dia de cada vez e, mesmo quando tudo parece desmoronar à minha volta, isso só me tornará melhor e fará com que lute ainda com mais vontade.


"O que não nos mata torna-nos mais fortes" alguém me disse um dia. Tinha razão.


Não me mataste, apenas me fizeste querer vingar ainda mais e mostrar a ti e a todos os outros, em especial a mim mesma, que mesmo sozinha sou capaz de vingar.


Um ano depois, estou aqui. Eu. De cabeça erguida. Sempre. Mesmo quando a solidão dói e a saudade magoa.


Um ano depois, és a lembrança do que foi e já não é, a memória do bom e a aprendizagem do mau, a amizade eterna que se criou um dia no tempo, a recordação de um amor vivido num tempo só dele.


Um ano depois, o meu coração deixou o teu lugar no baú da memória e deixou-se invadir por um novo rumo, a premissa do que não sendo talvez seja mesmo enquanto não é.


Um ano depois, mais do que certezas surgem incógnitas.


Não são estas afinal que alimentam a vida e, consequentemente, o tempo?


 


Rosália, 19/05/2007


 



publicado por scorpiowoman às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 17 de Maio de 2007
Sem paciência...

likethis.jpg


Falta muito para esta malvada gripe se ir embora e eu poder sair do isolamento?


Assim, não há inspiração que resista.


Assim, não posso estar perto de ti.


Bah!


Rosália, 17/05/2007



publicado por scorpiowoman às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quarta-feira, 16 de Maio de 2007
Como dói...

abraco1.jpg



Quando tudo o mais parece desmoronar, é nestes momentos que encontro a harmonia, a tranquilidade e a serenidade por que tanto anseio.


Recordo a tua força, o teu carinho, o teu toque no meu corpo e as marcas que sempre deixas na minha alma.


Sinto a tua falta. Muito.


Até quando?



Rosália, 16/05/2007



publicado por scorpiowoman às 22:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 10 de Maio de 2007
Assim...

AngelTearsofblood.jpg


Sem mais palavras.


Apenas uma música.


Rosália, 10/05/2007


All the promises


(Skye)

Such a shame, do you sit and wonder
Was it just a waste of time
We broke the chain and left the cross behind
You can keep the frame, I don't want the part that's time

I don't need you to talk to me
Or cast a light on this broken dream
With all that we've seen, beginning to end
All I believed, all the promises...

Who's to blame, I won't point the finger
You can put me first in line
So love's a stain on a shirt like old red wine
But, just like pain, all will fade in time

I don't need you to talk to me
or cast a light on this shattered dream
With all that we'll be, never again
All we believed, all the promises...

I don't need you to comfort me
Or shine a light on this shattered dream
With all that we'll be, never again
All we believed, all the promises

I don't need you
I believed all the promises



publicado por scorpiowoman às 23:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 8 de Maio de 2007
De repente

openroad.jpg


De repente, todo o meu mundo desabou e a verdade acreditada desde que me lembro de mim estilhaçou-se em mil pedaços, de tal forma quebrada que se torna impossível reconstruí-la. Ainda assim, valeria a pena? Eram apenas mentiras, aparências, enganos e decepções contínuas que, no seu todo, podem ter ajudado a formar a pessoa que hoje sou, mas não me tornam em mim, nem fazem mais parte de mim (se é que alguma vez fizeram) precisamente por não serem reais e, agora, vejo-as como tal.


A minha realidade, de há uns dias para cá, sou eu. Com todas as minhas virtudes. Com todos os meus defeitos. É em mim que se centra este percurso que é a vida e que tenho novamente de aprender a trilhar, mas desta vez deixando para trás todo o peso de um passado que carrego há já tempo demais e que em nada me ajuda quando chega a altura de ultrapassar os obstáculos que vão surgindo, antes me atrasa e impede de ir ainda mais além de mim, do que sei ser possível alcançar por e para mim.


Sei que não basta afirmar e estipular. Há que cumprir e perseguir todos os objectivos deste novo rumo. Se tenho dúvidas? Muitas. Se tenho medo? Imenso. Contudo, ainda que o não evidencie, seja pelas atitudes ou pelas acções, sei bem demais que não hão-de ser esses os motivos para estagnar e deixar de viver, como já o fiz, durante demasiado tempo.


“Promessas leva-as o vento” e “entradas de leão, saídas de cordeiro” são dois dos provérbios que mais acompanharam o meu crescimento e a formação daquela que hoje sou, da minha personalidade, portanto. Durante muito tempo, sempre que tentei algo novo, foram estas as palavras de incentivo. Agora, não as ouço mais e, ainda que possa parecer cruel, ainda bem.


Independentemente do rumo a trilhar, sei que desta vez vou conseguir. Se não for mais depressa, será mais devagar, a seu tempo, no tempo (se calhar finalmente) certo.


Sou eu. É a minha vida. Vivê-la por e para mim é a meta.


Um dia, quem sabe, o resultado de todo este percurso talvez também tenha aqui o seu lugar.


Essa é uma incógnita na certeza do que é viver.


Eu vivo.


 


Rosália, 08/05/2007 



publicado por scorpiowoman às 23:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds