Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Terça-feira, 22 de Maio de 2007
Como um virar de página sempre adiado...

livro.jpg


Assim vou cantando baixinho as palavras da letra desta música até que, finalmente, o sentido ficcional da sua melodia seja, de facto, real.


Aí, então, saberei que chegou a hora de te dizer adeus.


Até lá, vou olhando o horizonte uma vez mais.


Apenas uma vez mais.


Rosália, 22/05/2007


 


See You When You're 40


(Dido)


I've driven round in circles for three hours
It was bound to happen that I'd end up at your
I temporarily forgot there's better days to come
I thought that I would give it just one more chance

Cos' I want, tonight, what I've been waiting for
But I found, tonight, what I'd been warned about

You think that you are complicated, deep mystery to all
Well it's taken me a while to see, you're not so special
All energy no meaning, with a lot of words
So paper thin that one real feeling, could knock you down

And I've seen, tonight, what I'd been warned about
I'm gonna leave, tonight, before I change my mind

So see me when your 40, lost and all alone
being comforted by strangers you'll never need to know
not sad because you lost me
but sad because you thought it was cool to be sad

You think misery will make you stand apart from the crowd
well if you had walked past me today I wouldn't have picked you out
I wouldn't have picked you out

now I've seen, tonight, how I could waste my time
and I'll be on my way, and I won't be back
cos I've seen, tonight, what I've been warned about
your just a boy, not a man, and I'm not coming back



publicado por scorpiowoman às 00:14
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De bmal a 22 de Maio de 2007 às 15:44
Dido! Não faz o meu género musical!!!


De rainbowsky a 22 de Maio de 2007 às 15:26
Chega o momento de dizer adeus... sabes que ele irá chegar, no entanto preferes não saber quando terá mesmo de ser. Primeiro porque não te habituarás à ideia de que é inevitável, depois porque sabes que vai ser doloroso esse adeus. Por outro lado o adiar desse adeus, faz com que ele seja cada vez mais difícil e mais doloroso quando acontecer definitivamente. Um virar de págima sempre adiado, sempre na espera.às vezes como se pudessemos abrir os olhos no dia seguinte e esse adeus já não fosse preciso. Como se pudesse o tempo voltar para trás, apagar esse tempo de ausência, saltar o tempo para o futuro e impedir que o meio que existiu na solidão tivesse sido apenas um receio da própria alma nunca concretizado. Mas não é assim, e por isso a página virar-se-á. Quando? Quando o teu coração conseguir. Se conseguir... beijinhos doces do arco-íris****


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds