Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007
Como uma flor

rosa.jpg


Sinto-me assim, à espera do momento certo para florescer e me sentir de novo mulher.


A preto e branco, aguardo pelas cores que irão um dia colorir as pétalas dos meus dias.


No meu canteiro, no meu mundo, aguardo pelo fiel jardineiro que de mim trate e cuide, protegendo-me das intempéries mas não me colocando uma redoma, ajudando-me a superar os dias com menos sol, fazendo-me aprender por mim e para mim a usar os meus espinhos contra quem me magoa, evitando ferir-me a mim mesma.


Sinto-me assim, à espera...


Rosália, 12/04/2007


 



publicado por scorpiowoman às 23:01
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De aflores a 19 de Abril de 2007 às 18:52
Olá querida amiga;) Por estas bandas é costume dizer "quem espera sempre alcança".

Beijinhos dos "Flores" do Norte:)


De rainbowsky a 13 de Abril de 2007 às 17:34
Não sei quem será o teu fiel jardineiro, mas espero que trate uma flor como tu, como ela merece. Tens aqui um blog fabuloso. Adoro ler-te e tenho passado algum tempo a vasculhar as tuas palavras passadas. E chego à conclusão que nunca mais vou diexar de vir cá! tantos blogs que chegam a ter dezenas de comentários...e aqui apenas reina um silêncio de palavras. Mas não importa, porque sopra uma brisa de tranquilidade e eu posso navegar à vontade pelas tuas sensações sem ser incomodado :) beijinhos. Bom fim de semana!*


De rainbowsky a 13 de Abril de 2007 às 17:25
Não sei quem poderá pintar ou não as tuas pétalas, mas eu sou um arco-íris no céu, posso mandar-te uma tela de cores, mas no fundo por detrás da minha tela de cores esconde-se uma alma perdida... solitária... e mais a preto e branco, mas o mundo é às cores... só precisamos acreditar... eu vou tentando. beijinhos doces.
P.S. As flores não nascem para ser perfeitas, mas para se tornarem perfeitas aos olhos de quem as vê.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds