Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006
Eu não sei...

feitico.jpg


Não sei porque me sinto assim, uma angústia agridoce no peito, uma emoção toldada no pensamento, um olhar perdido no vazio do horizonte há muito envolto na escuridão da noite.


Não sei porque teimo em pensar no que não posso ter, apenas sonhar alcançar, como nos sonhos que me embalam as noites e me fazem sentir menos só.


Não sei porque escrevo mas há-de existir uma razão para tal, ainda que não a vislumbre.


Não sei...


Apenas recordo, a cada instante, os ternos momentos plenos de doçura e imensurável carinho...


Eu não sei, mas houve alguém que adivinhou e transpôs tudo quanto sinto num poema cuja melodia me embala as manhãs e, algumas vezes, também o final do dia...


Eu não sei...


Diz-me: Saberei alguma vez?


Rosália, 28/09/2006


 


Foi Feitiço


(André Sardet)


Eu gostava de olhar para ti
E dizer-te que és uma luz
Que me acende a noite
me guia de dia e seduz

Eu gostava de ser como tu
Não ter asas e poder voar
ter o céu como fundo
ir ao fim do mundo e voltar

Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço! O que é que me deu?
para gostar tanto assim de alguém como tu

Eu gostava que olhasses para mim
E sentisses que sou o teu mar
Mergulhasses sem medo um olhar em segredo
Só para eu te abraçar

O primeiro impulso, é sempre mais justo
É mais verdadeiro.
E o primeiro susto, dá voltas e voltas
Na volta redonda de um beijo profundo



publicado por scorpiowoman às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De aflores a 29 de Setembro de 2006 às 19:56
Eu não sei, não sei não...porque motivo estivemos tão pertinho um do outro no passado fim de semana e não nos encontramos :))))))))))))))
Bom fim de semana e acredita em ti. Beijinhos do amigo do Norte


De paulo povoa a 28 de Setembro de 2006 às 23:21
um dia saberás, apenas tens de olhar para dentro de ti e não para o que aconteceu na tua vida.
olha para dentro de ti e tenta descobrir quem és


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds