Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006
Para sempre

wtc_911.jpg


Na memória dos escombros ecoa ainda a vida de todos quantos ali estavam, viveram, permaneceram, passaram, morreram.


Na memória colectiva, assinala-se uma data cujas verdadeira amplitude e dimensão não creio alguma vez poderem ser totalmente concebidas na capacidade de entendimento do Ser Humano.


Na minha memória, a recordação do alívio por finalmente saber, muitas horas depois, que quem por lá andava estava bem, ainda que por um triz; a imensa tristeza e angústia por quantos não tiveram a sorte do mesmo final feliz.


Na memória, enquanto a houver, esta data ficará.


11 de Setembro de 2001.


Por vezes, o tempo não passa... nunca.


 


Rosália, 11 de Setembro de 2006



publicado por scorpiowoman às 23:04
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De avionete a 9 de Outubro de 2006 às 02:51
É bem feita caralho!!!


De aflores a 18 de Setembro de 2006 às 08:48
Saudações bloguistas :):):) do regressado de férias. Depois de arrumar as malas, voltarei aqui pois o artigo anterior merece um comentário elaborado com calma. Beijinhos e um grande abraço do amigo do Norte.


De Secreta a 14 de Setembro de 2006 às 10:58
Há coisas que não se esquecem , feridas que n cicatrizam. Momentos que vivem sempre na nossa memória.
Beijito.


De paulo povoa a 12 de Setembro de 2006 às 10:16
O tempo é intemporal, tudo sempre fica presente, pena que normalmente o que fica presente são as desgraças e não as coisas boas.
Mas a vida é assim, há sempre algo mau e algo bom para acontecer.
Esse dia não se esquece e muito menos esquecem as familias que perderam as pessoas nesse ataque.
A História é assim e sempre vamos recordar.


De BlueAngel a 11 de Setembro de 2006 às 23:21
Foi um momento que marcou a história da Humanidade. Nunca ninguém o esquecerá.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds