Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2006
Desafios, taras e manias...

secretaria_1.jpg


Confesso que, regra geral, não sou o que possa definir-se como entusiasta de desafios deste género. No entanto, acho que a minha querida Azoriana acertou na mouche ao seleccionar-me para responder a dois pequenos questionários, que têm tanto de engraçados como de inteligentes. Demorei um pouco, é certo... mas vale mais tarde do que nunca, não é Rosinha?


"Inteligentes?", perguntar-se-ão. Pois é, são mesmo. De facto, possuem esta qualidade, chamemos-lhe assim, visto que, mesmo não passando de uma mera brincadeira, obrigam a pessoa (neste caso, eu) que opta por responder a pensar naquelas pequeninas coisas (os pequenos "nadas") importantes e que quase sempre desprezamos, como, por exemplo, a própria evolução pessoal e profissional, quem realmente conta e marca as suas vidas, como ocupam e valorizam os seus tempos livres (no questionário Quatro...) e até características particulares das suas personalidades que permitem que se distingam entre as demais (Cinco Taras e Manias). Duvidam? Quem sabe não terão razão.


A fim de esclarecer todas as dúvidas, aqui seguem as respostas. O juízo das mesmas, esse, é aguardado nos comentários a este post! Boa leitura...


 


Cinco Taras e Manias


1. Sou absolutamente louca por... gatos. São inteligentes, independentes, cheios de personalidade e muito "senhores dos seus narizes". Delicio-me com os seus banhos, as suas sestas e respectivas posições acrobáticas, os seus pedidos quase ordens de mimos e festinhas (sempre em dose q.b.)... Deleito-me com o seu calor quando, nas noites mais frias, dispenso perfeitamente as botijas de água quente em prol de corpos fofos e quentinhos enroscadinhos nos meus pés ;)...


2. Esta tem bolinha vermelha no canto superior do ecrã do monitor... ou então não. Adoro fazer amor. Não lhe chamo tara ou mania, antes paixão, amor (na verdadeira acepção da palavra), prazer... Nada se compara com a sensação revigorante de poder estar com quem se ama e viver/fazer momentos únicos, partilhando-os por entre muito carinho, ternura, afecto...


3. Gosto muito, mesmo muito de escrever. Deveria fazê-lo de forma mais frequente, praticando a escrita, tentando alongar-me e diversificar o meu vocabulário. No entanto, como em tantas outras coisas, falta-me ainda a dose necessária de paciência para prolongar os meus textos além das duas páginas... Acho que nunca escreverei um livro. Quem sabe? Não consigo escrever nem estudar sem ouvir música ou qualquer outro ruído ligeiro de fundo. O silêncio absoluto tem tendência a deixar-me com nervoso miudinho e acaba mesmo por desconcentrar-me.


4. Mesmo já quase nos "intas" (ai que está quase!) ainda não perdi uma paixão de criança: Colorir desenhos! Adoro pintar, especialmente com lápis de cor, e tento sempre que fique perfeito: sem um único espaço branco (por ínfimo que seja) e bem dentro dos contornos negros do esboço. Alguém tem um livro de colorir que não queira? ;)


5. Esta será, talvez, um tanto hilariante dadas as circunstâncias: Desde os meus três ou quatro anos de idade que tenho pavor (isso mesmo, pavor) de cães... tirando aqueles que me são mais próximos (especificando: Apache, Bobby e Rocky). Sou mesmo capaz de atravessar a estrada para o lado oposto, se vir um cão que não conheço solto ou com a trela muito folgada. Tudo isto resultado de um valente susto com um lobo de Alsácia que quem me tornei amiga ;).


 


Quatro...


1. ... empregos que já tive.


a. Estudante (sim, considero que também é uma profissão. E depois, hum?)


b. Professora de Língua Portuguesa no Ensino Básico e Secundário (só no estágio, felizmente!)


c. Revisora gráfica (com um bocadinho de edição à mistura)


d. Doméstica (hoje e sempre... a não ser que me saia o Euromilhões ;) ))


2. ... pessoas mais importantes na minha vida (vou fazer batota, aviso já, e é favor não ligar à ordem!).


a. o Paulo, meu marido, amigo, companheiro, namorado, etc., etc.


b. a Catarina, a Lili, o Pedro, o Nuno Antunes, a Rita e a Marta (entre os que estão mais perto e aqueles com quem raramente falo mas estão sempre no meu coração, sabendo eles a razão para tal e não esquecendo quem aqui não é mencionado mas também sempre recordado).


c. a minha "nova" família, grande, diversa, que me acolheu de braços abertos e a quem vou conhecendo e respeitando, procurando integrar-me a cada dia que passa.


d. os meus pais e os meus avós (maternos), que me deram a vida, me criaram e fizeram de mim a mulher que hoje sou, com as minhas virtudes e também os defeitos; que já não estão comigo mas sempre em mim e a quem não esqueço mas também não choro, pois é da sua alegria e dos bons momentos (mesmo não esquecendo os maus) que retiro a recordação da família que tentarei, um dia, dar aos meus filhos.


3. ... filmes que posso ver vezes sem conta.


a. Notting Hill, pela história, pelas interpretações, pela música. Inesquecível e inigualável She.


b. A Bela e o Monstro, ed. especial: Prenda do meu amor e um filme que me diz tanto mesmo que eu não saiba explicar por quê. Cuidado se me ouvirem a trautear os primeiros acordes das músicas... Começando, não páro mais.


c. Shrek... "Flor azul com espinhos... Flor azul com espinhos... Isto seria tão mais fácil se eu não fosse daltónico!"


d. Todos (ou quase todos) os da Disney, Pixar, Fox, Dreamworks e afins... Acredito que nem mesmo o mais infantil é capaz de deixar indiferente um adulto que saiba o que é o bater da ternura no coração.


4. ... livros que adorei ler.


a. Todos os livros sobre o Rei Artur da autoria de Marion Zimmer Bradley e Stephen Lawhead.


b. Maktub, de Paulo Coelho.


c. As Palavras Que Nunca Te Direi, de Nicholas Sparks (leiam o livro e não vejam o filme!)


d. Presságio de Fogo, de Marion Zimmer Bradley.


5. ... sítios onde vivi.


a./b./c./d. Mem Martins, Sintra, Portugal.


6. ... séries televisivas que não perco (ou não perdia).


a. Tru Calling/O Apelo


b. Lost/Perdidos


c. Smallville


d. Anatomia de Grey


7. ... sítios onde estive de férias (nem que fosse um só dia).


a. Santiago de Compostela


b. Viana do Castelo


c. Avis


d. Porto.


8. ... dos meus pratos preferidos.


a. Spaghetti a Carbonara


b. Bacalhau com Natas


c. Lombo Assado Recheado com Ameixas


d. Salada Exótica de Frango


9. ... websites que visito diariamente.


a.  Sites onde tenho contas de e-mail.


b. Blogs de amigos.


c. Companhia dos Animais.


d. Felinus.


10. ... sítios onde gostaria de estar agora.


a.  Na minha caminha, quentinha e quase a adormecer, com o meu amor e os meus bichaninhos (já faltou mais).


b. Na serra da Estrela, a ver nevar.


c. Num qualquer café ou bar simpático, rodeada por todos a quem mais amo e pelos meus amigos, a conversar.


d. Na minha futura casa (uma vivenda linda, de um só piso, mas com um grande terreno à volta), porque era sinal que me tinha saído o Euromilhões :D.


 


Ah, já agora: Não vou passar estilo corrente, antes deixar o desafio a quem gostar para que continue e responda também :D!


Beijinhos e boa semana!



publicado por scorpiowoman às 00:41
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De liliana a 23 de Fevereiro de 2006 às 09:06
HUMMMMMMMM, flor azul com espinhos recorda-me algo.... vamos? não me apetece, anda lá q te vais divertir... passado cerca de hora e meia: ainda bem q viemos... heheheheh são sempre muito interessantes as nossas idas ao cinema, right??????????? é pena já não acontecerem há muito tempo... mas como dizes qd nos sair o euromilhões compramos mesmo é uma sala de cinema... talvez o do freeport (keep on dreaming), mas se não forem os sonhos a vida fica muito cinzenta... não concordas?! Por isso sonhem, sonhem muito

jinhos grandes Lili


De paulo povoa a 20 de Fevereiro de 2006 às 22:36
pois é amor, gostei de conhecer estas facetas todas e estas coisas todas de ti.
amo-te meu doce :)


De Blueyes41 a 20 de Fevereiro de 2006 às 01:19
Muito bem respondido, sim senhora. Gostei. Chamou-me a atenção sobretudo o facto de gostares de colorir... é que há bocadinho estive a colorir um caracol e mostrei a meus filhos que disseram que eu tinha inventado cores para um caracol. Acredita que o gostar de colorir tem a ver com a vontade de ser feliz... se for com cores quentes ainda melhor. Beijinhos


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds