Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Sábado, 29 de Outubro de 2005
Saudade e ternura à chuva

chuva.jpg


 


Acordei cedo para um sábado. Apesar de ligeiramente atordoada, decidi que hoje ia tentar rentabilizar ao máximo todos os minutos e segundos do dia que passa sem que, por vezes, dele demos conta. Não raramente acontece o mesmo com a própria vida.


O ritmo calmo do início deste fim-de-semana fez-se sentir e a disposição para apreciar os pormenores também. Sentada à secretária, enquanto passava alguns apontamentos a limpo e organizava os guiões de uma disciplina por entre as leituras a fazer para outra, dei por mim a sorrir ao constatar que as minhas quatro pestinhas (ultimamente meus anjos-da-guarda, que me seguem para onde quer que eu vá... sim, até mesmo para essa divisão em que estão a pensar - onde, ou fecho a porta, ou tenho companhia mal abra a cortina do duche) tinham vindo instalar-se aqui mesmo ao meu lado, em cima do sofá. Os catraios dormiam enroscados um no outro e na mamã e o pai, mais afastado, ia-me regateando umas festas de quando em vez. É muito senhor do seu nariz, mas nestes últimos tempos tem-se mostrado um autêntico poço de mimo. Costumo brincar e dizer que o Merlim é arraçado de cão, porque dá as patas, pede colo e comida e, se for preciso, mia a pedir tudo isto como se de um latido se tratasse!


Lá fora, a chuva caía continuamente. Entre apontamentos e conversas espaçadas com amigos que se encontravam online, a recordação deste mesmo dia há apenas meia dúzia de anos. Uma ponta de tristeza e angústia surgiu-me na alma, mas procurei de imediato afastá-la. Sei que não gostarias que assim ficasse, antes que te recordasse pelas melhores razões e, especialmente, nos melhores momentos. Assim o fiz e prossegui. Até agora...


Esta semana que me parece ter passado a correr foi também de imperceptível mas intensa reflexão interior, causada pelos mais diversos motivos; ainda assim, sei que estiveste presente em todos eles, nem que fosse pela procura daquele teu conselho sempre tão certo no momento mais oportuno.


Sei que não teria conseguido ultrapassar os dois grandes desafios que se me apresentaram sem duas coisas: a tua recordação e o apoio dos amigos, de um em particular (e, meu querido, chegou a hora da divulgação do teu cantinho por estas bandas!). Quando tudo me pareceu perdido e sem sentido, foi em vocês que busquei a resposta para todas as minhas dúvidas e, sem dúvida, encontrei-as. Claro que não olvido aqui o meu amor, mas ele sabe o por quê deste destaque...


Agora, oiço o temporal que grassa para lá destas janelas. Silenciosamente, sinto-me grata por ter todo este conforto à minha volta, por não ter de temer o mau tempo e penso em como tantas vezes nos deixamos levar por sentimentos menos bons, por coisas sem a menor importância. De repente, penso que há seis anos também estava mau tempo, embora não assim.


Sabes que tenho muitas saudades tuas, não sabes? Pensar que só querias vir para casa e passar o meu aniversário (é de hoje a oito... mas isso agora não interessa nada!) no teu cantinho... Na altura não entendi por que razão me foste "roubada", mal aceitei e só prossegui porque não saberia reagir de outra forma. Hoje em dia reconheço que tudo tem uma razão de ser e ter-te perdido teve várias, embora a dor da separação continue a fazer-se sentir, por vezes tão forte que me leva algumas lágrimas.


Curiosamente, hoje não chorei. Recordo-te ainda e sempre mas não com amargura ou sentimento de perda irrecuperável. Hoje impera a ternura, trazendo consigo o carinho e o amor que invadem o coração e me fazem recordar-te em toda a tua beleza. Hoje sorrio ao pensar em ti... e estendo-te uma flor, regada com as gotas da chuva que cai, sabendo que a colherás com um sorriso.


Até breve... Mil beijos.


 


Rosália ***


 



publicado por scorpiowoman às 23:11
link do post | comentar | favorito
|

17 comentários:
De Maiana a 2 de Setembro de 2007 às 19:46
eu amo a chuva e encontrar uma pessoa q escreveu um poema com o nome saudade e ternura à chuva é muito decente pq quase vc ñ encontra ninguém falando da chuva! o meu email do orkut começa assim----may.''''lluvia''' esse lluvia é chuva em espanhol e essa flor q vc botou ai molhada com pingos de chuva é lindo!
eu gostei tanto desssa imagem q ela ta na minha imagem de exibição no orkut!!!!!!!!!!!

parabens!


De saltapocinhas a 6 de Novembro de 2005 às 00:30
Olá! Vim aqui direcatmente do blog do Aflores roidinha de ciumes, mas agora vejo que ele tem toda a razão e não exagerou nadinha!
E já agora,pois parece que há um aniversário por estas bandas, os meus PARABÉNS!!
E o bolo? cadê o bolo?


De Blueyes41 a 5 de Novembro de 2005 às 21:19
Pois é! Cá estou eu para te dizer que gostei da tua resposta ao escrito que te dediquei. Tu mereces muito mais. É apenas um miminho da amiga terceirense que hoje canta os Parabéns para ti. Beijinhos


De aflores a 5 de Novembro de 2005 às 15:25
Cheira a bolo!!!! Guarda lá uma fatia (pode ser pequena) que um dia eu apareço ;) Vou abrir uma garrafa e fazer uma "saúde". Beijinhos e um grande xi coração (nortenho) para esses lados de Sintra. Feliz Aniversário, com muita paz, saúde, amor e algum dinheiro para gastos.


De angelis a 5 de Novembro de 2005 às 10:15
Cheirou a bolinho deste lado :)))Cheirou a aniversário :)))Minha querida amiga (permite-me que te trate assim) muitos Parabéns, Felicidades, mas também muita Saúde, Paz, Harmonia, Serenidade e muito Amor. És uma pessoa especial, sensivel e que merece o melhor da vida. Beijinhos, xi coração :):)


De Ltus Azul a 5 de Novembro de 2005 às 01:05
Muitos Parabéns Rosália. Beijinhos.


De Roslia a 4 de Novembro de 2005 às 10:42
É amanhã, sim...
Nem me lembrem ;)... Aflores, ainda nem sei se vai haver bolo, mas nem que seja um bombom eu guardo ;).
Maninha, bora só nós e o reguila para Milfontes ;)? Era cá uma festa ;)
Beijos a todos***


De aflores a 4 de Novembro de 2005 às 10:38
Olá jovem :)))))))))))hmmmmmmmmmm...ainda não cheira a bolo :) passo por cá amanhã outra vez. Na eventualidade de chegar um pouquito atrasado, peço o favor de guardar uma fatia ;) Até amanhã então porque não se dá parabens adiantados. (É amanhã, não é?)


De liliana a 4 de Novembro de 2005 às 08:01
Quando sair o Euromilhões compro uma casa no Algueirão e outra na Bobadela, assim quando te cansares de Mem Martins vais fazer umas férias à Bobadela.... Ou melhor que tal em Milfontes :-)
jinhos


De Roslia a 3 de Novembro de 2005 às 20:25
Não sei quem era mais chata, se a doente se a enfermeira ;). Quem poderá alguma vez esquecer-se daquele dia em que comemorei 25 anitos de vida com quase 40ºC de febre? E tantas outras razões para o tornarem inesquecível que, agora, quatro anos depois, ganham ainda mais vida e cor... Adoro-te vechia sorella! E estou cheia de saudades tuas! Quando é que te sai o Euromilhões para vires morar para aqui? Beijos***


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds