Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Segunda-feira, 6 de Junho de 2005
Férias, doces férias...

Merlim.jpg


Olá, chamo-me Merlim e vim aqui dizer que a minha dona tem estado um pouco como eu, ou seja, a descansar e sem vontade de escrever ou fazer o que quer que seja que lhe faça lembrar o trabalhinho.


Desta vez escrevo eu por ela e apresento-me: Sou um gato gordo, grande e muito reguila, que adora dormir ao sol na varanda, dentro do cesto que já serviu para acolher os meus filhos. Os meus outros pousos preferidos são a mesa pequena da sala (deito as revistas para o chão e estendo-me em cima da toalha de renda feita pela minha dona) e a roupa lavada em cima da tábua de engomar (de preferência as camisolas de algodão do meu dono, que são macias e fresquinhas...). Para dormir, nada melhor do que enfiar-me na cama dos meus donos (mas só quando a minha dona deixa...) e enroscar-me na barriga ou nos pés dela, que ficam sempre muito quentinhos...


Vim cá para casa com pouco mais de um mês e meio. Fiz dois anos em Abril e estou mais bonito a cada dia que passa. Quando era bebezinho, tinha de dormir ao pé dos meus donos e acordava-os de duas em duas horas para me darem leite. Como não me habituei ao biberão, lambia o leite dos dedos deles. Houve uma noite em que a minha dona adormeceu enquanto me alimentava e só acordou porque comecei a brincar com o cabelo dela e a morder-lhe os dedos, a pedir mais leitinho. O meu dono fartou-se de troçar dela mas eu ri-me, porque duas ou três noites depois aconteceu-lhe o mesmo a ele!


Sei que já conhecem a minha companheira e mãe dos meus filhotes, a Brida, a quem os meus donos chamam carinhosamente "piratinha". Eu fui baptizado assim para condizer - dois gatos malucos e mágicos - e porque a minha dona adora tudo o que esteja relacionado com o rei Artur e os cavaleiros da Távola Redonda. Sabem, quando eu cheguei ela teve tantos ciúmes de mim que nem me deixava chegar perto. Dava-me logo uma patada! Ainda se virou contra a minha dona, mas levou tamanha chinelada que percebeu que eu só tinha mais atenção por ser tão bebé. A minha dona fez questão de continuar a brincar com ela para lhe mostrar que gostava muito dela...


Por agora, vou ficar aqui enroscado, bem aninhado, ao abrigo do calor que se faz sentir lá fora. De certeza que ainda vou ter de dar uma patada a um dos meus filhos. O Pantufinha não gosta de me ver a dormir e quer sempre brincadeira... A Pataró vem morder-me as orelhas e não me deixa estar sossegado. Já viram isto?


Quanto à minha dona, vai ficar mais uns diazinhos sem dar notícas, pois apetece-lhe estar longe de computadores e leituras (ainda que, sempre que vê o correio, espreite os "cantinhos" do costume). Vou ter com ela agora... Pode ser que a convença a apresentar-vos os meus filhotinhos (que já estão grandotes:) como o pai!).


Até breve...


Miauuuuuuuuuuu.... ronrommmmm



publicado por scorpiowoman às 19:31
link do post | comentar | favorito
|

5 comentários:
De aflores a 16 de Junho de 2005 às 08:39
Passei para ver se ainda estavas de férias ;)


De Rapariga Perdida a 13 de Junho de 2005 às 18:58
Olá fofinho... adoro animais... lol jokinhas p ti e p a tua dona!


De Blueyes41 a 12 de Junho de 2005 às 13:32
Convido-te a fazeres uma quadra ao São João e a leres a carta à moda antiga e votares pela tua preferida (quando acabares as férias). Está tudo no meu cantinho. Beijinhos


De Blueyes41 a 9 de Junho de 2005 às 23:07
Olá! Diz à tua dona que já tenho saudades dela mas deixa-a estar sossegadinha e aproveitar bem as fériazinhas. Mia bastante ao pé dela em sinal de que lhe envio uns beijinhos e votos de um excelente fim de semana.


De aflores a 9 de Junho de 2005 às 08:44
Obrigado por dares noticias da dona e contares a tua história;) Adorei conhecer a "família". Continuação de boas férias (para quem está de férias)cuidado com o sol e altas temperaturas.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds