Este é o meu refúgio, o meu abrigo. Aqui espelho o meu eu, sob a forma dos meus pensamentos feitos palavras...
Segunda-feira, 30 de Abril de 2007
Quase perfeito

A100_0406.jpg


Sentada no miradouro, repouso uns instantes sob a luz intensa e o calor inesperado do sol primaveril. O astro-rei brilha lá no alto do seu universo, que é, afinal, também o nosso, espelhando os seus poderosos raios no azul infinito do oceano que, ao longe, se espraia languidamente e se assemelha à doçura do teu olhar. Assim vistos, os raios solares parecem os teus braços, ternos e acolhedores, que me envolvem num abraço aconchegante de afecto e ternura.


Aqui mesmo, ao pé de mim, sob os pés que balanço indolentemente ao sabor da quase imperceptível brisa que se faz sentir e abranda gentil e suavemente o quente da tarde, estende-se um manto verde impressionante, salpicado por breves mas intensos apontamentos de cor, que mais não são do que flores, graciosas e gentis, que emprestam um pouco da sua beleza a este momento quase perfeito de uma tarde calma de domingo. Olho-as e imagino-as sob a forma de um vestido, com o qual me cubro perante o teu olhar doce e curioso, como se as abelhas que nelas pousam em busca de pólen fossem os teus dedos a percorrer-me, descobrindo-me a cada pétala, por entre cada folha.


É neste momento assim, de uma harmonia imensa, sentindo-me calma, tranquila e serena, que olho uma vez mais o oceano. Ao ver as ondas, lembro-te junto a mim e como sempre nos deixamos enredar por entre uma maré de sentir.


Ao sabor do momento, sinto-o quase perfeito.


Quase mesmo.


Perfeito seria se aqui estivesses.


Saudade.


 


Rosália, 30/04/2007


 



publicado por scorpiowoman às 21:55
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

Há 43 anos

Oito anos depois

Incertezas

Até sempre, Minha Maria

Inesquecível

Hoje

Não mata, mas mói...

Aos meus Pais

Um novo Natal, o mesmo se...

Um ano depois...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds